Vamos falar sobre O Mundo em Lanches?

vamos-falar-sobre-o-mundo-em-lanches
Projeto O Mundo em Lanches

Ao ler o nome ‘O Mundo em Lanches‘, o que vem à tona para você? 

>> Read in English

Imagino que pensa sobre viagens, gastronomia… mas talvez não tenha ideia sobre a imensidão desse projeto, acertei?

Pensando nisso, resolvi fazer uma parada momentânea nos conteúdos sobre viagens, curiosidades e nomadismo digital para falar um pouco sobre o propósito maior do sonho que deu vida ao meu projeto. 

Então, contarei nas linhas a seguir o que é ‘O Mundo em Lanches‘, para que você continue acompanhando a minha jornada e entenda qual a razão de tudo que vê por aqui. 

Sobre Rodrigo Schmiegelow em O Mundo em Lanches
Sobre Rodrigo Schmiegelow em O Mundo em Lanches

Continue aqui comigo para conhecer um pouco mais dessa história.

Tenha uma excelente leitura!

Viajar pelo Brasil de bike?

Voltando à minha adolescência, quando eu tinha por volta de 15 anos, eu e um amigo sonhávamos em conhecer o Brasil de bicicleta. Mas, na verdade, esse desejo era muito mais meu do que dele e, como um bom amigo, ele sonhava comigo. 

Os anos foram se passando, e eu sempre ficava em busca de motivação a mais para poder viajar, algo que realmente fizesse sentido.

Então eu percebi que meu desejo era desbravar o mundo indo muito além dos pontos turísticos, e isso chegou à ideia principal do ‘O Mundo em Lanches‘: conhecer detalhes de uma cultura, do seu povo, por meio da culinária. 

Eu realmente acredito que os pratos de um destino nos aproximam de muitas coisas que tem por lá. Das pessoas daquela região, da cultura por trás de cada ingrediente e muito, mas muito mais.

Como eu sempre gostei de conhecer pessoas, me aproximar dos alimentos foi algo que juntou pilares importantes, que fez ‘O Mundo em Lanches‘ nascer e tem sido uma realização gigante para a minha jornada. 

‘O Mundo em Lanches’ e o nomadismo digital

Tem algo essencial, que eu também gosto muito, que entrou para o projeto: a minha moto. É através dela que eu chego nos destinos e tenho a oportunidade de viver tudo aquilo que me propus. 

E depois que eu descobri o meio, o segundo passo era entender como eu poderia viabilizar esse projeto, estando em cidades, estados e países diferentes, o tempo todo.

Então, encontrei no nomadismo digital a minha resposta. A possibilidade de trabalhar onde eu estiver viabilizou ‘O Mundo em Lanches’ e foi assim que fui até os meus primeiros destinos e que vivi as experiências que venho dividido com você por aqui. 

Foi assim que me tornei um nômade digital, e encontrei uma atividade que eu pudesse realizar onde eu estiver e, dessa maneira, fazer tudo isso dar certo. 

O que aprendi até hoje?

Uma coisa é fato: o que faz cada experiência ser única são as pessoas. Eu posso ir para um destino três vezes que, se eu conviver com pessoas diferentes em cada uma delas, terei três experiências completamente distintas.

Foi para retratar o que aprendi em cada lugar por onde passei e por onde vou passar, que decidi criar este blog. 

Aqui, tenho a oportunidade de trazer detalhes da minha vivência, além de assuntos que podem ser importantes para você caso também seja um apaixonado por viagem.

Eu não estou falando que, em uma viagem, visitar os pontos turísticos não é importante! Estou mostrando que dá para ir muito além disso. 

Acompanhe pelo Instagram

O Mundo em Lanches: o que vem pela frente ?

A resposta é: muita coisa! Para continuar construindo experiências por meio do ‘O Mundo em Lanches‘, meu próximo passo é desbravar o Brasil, assim como eu sonhava aos 15 anos.

Chamei essa etapa de Expedição Farofa, já que não tem acompanhamento mais brasileiro do que a nossa amada farofinha.

Decidi também que, para viver mais a fundo as experiências, minhas paradas serão um pouco mais longas. 

E vou parar por aqui, porque logo logo você vai conferir detalhes dessa próxima etapa desse projeto que une aquilo que mais amo: culinária, viagem e moto.

Deixe seu nome e email e acompanhe as novidades:

Nos vemos em breve!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments