Afinal, como faço para abrir uma MEI?

como-faco-para-abrir-uma-mei

Quando decidimos dar vida aos nossos planos e tirar nossa ideia de empreendedorismo do papel para nos tornarmos um nômade digital, faz parte desses processos dar uma atenção à parte burocrática, que torna a nossa empresa apta a operar. E uma das formas – e talvez a mais simples de todas – de realizar essa etapa é criar um registro de Pessoa Jurídica na modalidade Microempreendedor Individual (MEI), assunto este que trabalharemos neste post, reunindo uma série de informações para ajudá-lo nos seus próximos passos. Por isso, se você está neste momento se perguntando ‘como faço para abrir uma MEI?’, prepare seu bloco de notas que vamos ensinar o passo a passo disso!

Como eu não trabalho com essa parte contábil, resolvi bater um papo com quem realmente entende desse segmento. Por isso, conversei com a contadora Fernanda Nogueira, para que ela possa auxiliar a gente nesse processo. 

O que é o MEI, na prática?

Primeiramente, é importante que você entenda que essa é uma modalidade de empresa que foi criada há alguns anos pelo Governo Federal no intuito de diminuir a informalidade e garantir benefícios ao empreendedor, que vão desde a aposentadoria, licença-maternidade, auxílio doença, aprovação para financiamentos, entre outros. 

Acima de tudo, nem todas as atividades, muito menos qualquer faixa de faturamento, que se enquadram nessa categoria de empresa, por isso é tão importante ficar atento no que vamos falar nas próximas linhas. 

E o primeiro passo, segundo Fernanda, é checar aqui se a sua atividade faz parte daquelas que se enquadram em uma MEI. Se sim, o próximo passo é conferir o tópico a seguir. Se não, é importante consultar um contador para entender a melhor forma de abrir a sua empresa. 

Qual o passo a passo para abrir uma MEI?

A contadora explica que é preciso entrar neste link, e fazer o seu cadastro preenchendo todos os tópicos solicitados. Depois, você precisa ir à prefeitura da sua cidade para fazer a inscrição municipal para poder emitir Nota Fiscal. Um contador também pode ajudá-lo nesse processo, para torná-lo um pouco mais simples. 

Quanto eu posso faturar para não desenquadrar do MEI?

Esse é mais um ponto importante, de acordo com a especialista: depois de abrir a sua MEI, é importante fazer uma planilha para controlar o seu faturamento. Hoje, o limite anual é de R$ 81 mil e, se extrapolar esse valor, é preciso recorrer a um contador para desenquadrar a sua MEI e registrá-la devidamente conforme a sua necessidade.

O que devo ficar de olho depois de abrir a minha MEI?

Meu amigo… têm alguns pontos que você realmente precisa ficar de olho para que algo simples não venha a se tornar um problema. 

A Fernanda elencou as prioridades em tópicos, para facilitar a nossa vida:

  • Pague todo mês o seu DAS, que é o único imposto cobrado de quem tem uma MEI (aqueles que não têm nenhum funcionário registrado);
  • Fique atento para cumprir com a informação de faturamento através da declaração que deve ser enviada junto com seu imposto de renda de pessoa física;
  • Aliás, não se esqueça de declarar seu imposto de renda pessoa física, levando em conta o cálculo e as deduções de acordo com a atividade da empresa.

Esse é um resumão para quem deseja abrir uma MEI. É super importante que você fique de olho no portal do Governo Federal para consultar as novidades anunciadas pelos órgãos superiores. 

Anotou aí?


Fique de olho, pois este é um assunto muito sério!

Nos vemos no próximo post 😉

Marcações:
5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments