Planejamento financeiro para viajar: 5 passos decisivos

planejamento-financeiro-para-viajar

Durante a minha jornada de nômade digital, venho aprendendo constantemente o quanto o planejamento financeiro para viajar é essencial para que eu realize meus objetivos com o projeto O mundo em lanches

>> Read in English

E isso não é por acaso: para vivermos longe de casa e termos o mínimo de conforto, faz parte do processo encarar custos diários com hospedagens, alimentação, dentre tantos outros. E a perda de parte da renda, por exemplo, pode causar uma série de perrengues.

Nós não queremos isso, certo? Então, decidi bater um papo com o consultor financeiro Gustavo Rosa, que dividiu comigo e, consequentemente, com você, 5 passos decisivos para termos um planejamento financeiro para viajar

As dicas do profissional foram bem importantes para mim e espero que seja muito útil para você também!

Continue aqui com a gente e tenha uma excelente leitura!

Nomadismo digital

Antes de começarmos, é importante falarmos novamente sobre o conceito de nomadismo digital, um estilo de vida que vem ganhando cada vez mais representatividade na era do trabalho remoto.

Para se ter uma ideia, seguindo uma estimativa do site Nomad Life, seremos 1 bilhão de trabalhadores nômades em todo o mundo até 2035. 

O assunto está em alta e recentemente tive a oportunidade de falar sobre isso, inclusive, para uma reportagem da Forbes, sobre trabalhar onde a gente estiver. 

Mas onde quero chegar com isso? Nós não vamos a um destino a passeio, ou melhor, somente a passeio. Vamos para trabalhar e, nas horas livres, explorar o local e viver os objetivos propostos em nosso projeto de vida.

E isso nos permite respirar um pouco mais, pois existirá uma receita financeira entrando diariamente – ou mensalmente – para suportar esse estilo de vida.

Mas isso não quer dizer que não possamos ter uma surpresa indesejada ou que não precisamos controlar nossos gastos. Pelo contrário! É preciso levar a sério o planejamento financeiro para viajar, e isso começa antes mesmo de sair de casa.

Estou falando de construir sua reserva financeira, fazer uma boa pesquisa sobre o destino e outras dicas que preparei para você de como ser um nômade digital gastando pouco

Agora que você está contextualizado, vamos às dicas do consultor financeiro!

1. Disciplina precisa ser seu principal mandamento

Faça um registro de todos os seus custos enquanto estiver em uma viagem. Anote tudo! Despesas com hospedagem, alimentação, transporte, saúde, internet e o que mais você tiver. 

Isso será fundamental para ser mais assertivo nas suas próximas viagens e para entender perfeitamente quais são seus custos fixos para viver com o mínimo de conforto. Você visualizará suas finanças sob uma nova perspectiva.

2. Cuidados com os custos ‘invisíveis’ no seu planejamento financeiro para viagem

Sabe o cafezinho que você toma na padaria todos os dias ou as compras no ifood que você faz quando não está a fim de cozinhar? Se somar cada um desses custos, você pode se surpreender negativamente com o volume de dinheiro que saiu da sua conta.

Não estou falando que você precisa cortá-los radicalmente, mas que eles precisam ser incluídos no seu planejamento financeiro para viagem para não passarem despercebidos. 

3. Não faça dívidas

Outro ponto de muita importância é evitar ao máximo ter dívidas. Se você tem alguma pendência financeira, resolva-a antes mesmo de sair rumo ao seu novo destino. Isso facilita e muito caso você tenha uma queda de faturamento 

Durante sua viagem isso não é diferente, por isso evite ao máximo compras parceladas no cartão de crédito e outras dívidas que podem ser nocivas para as suas finanças.

4. Aprenda a viver com o mínimo necessário 

Essa dica é para a vida e é impossível não dividi-la com você! Pergunte-se sobre o que realmente precisa para viver naquele determinado destino.

Certamente, para conseguir trabalhar de forma remota, precisará de um bom notebook e um celular com uma ótima câmera, assim como algumas peças de roupas e itens pessoais. 

Pronto! Isso é o suficiente e, aprender a viver dessa maneira, vai reduzir e muito os seus custos, será excelente para você conseguir guardar dinheiro e vai ajudá-lo a fazer um bom planejamento financeiro para viajar

5. Reserva financeira

Deixamos por último porque, certamente, esse é o item mais importante. Ter uma importante reserva financeira é fundamental para a jornada de nômade digital. É um item obrigatório no seu planejamento financeiro para viajar

Lembra-se da primeira dica dada pelo Gustavo, sobre anotar tudo que você gastar? Ela é o ponto de partida para saber qual o seu custo em um mês. O ideal é que você tenha ao menos seis vezes essa quantia guardada para uma eventual perda de receita.

O Gustavo disse que o cenário perfeito mesmo é o equivalente a 12 meses, mas seis meses está ok para começar.

Parece uma jornada e tanto, não é mesmo? Mas, com pílulas diárias você consegue mudar seu estilo de vida e construir um planejamento financeiro para viagem

Quando você viver a tranquilidade que vem no próximo passo, certamente vai entender o quanto as finanças equilibradas nos permitem viver de uma forma mais leve, sem perrengues.

Anotou as dicas?

Então, não deixe de dividi-las com aquele seu colega que está planejando um próximo destino.

Nos vemos no próximo post!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments