You are currently viewing CIDADE DE ALCÂNTARA EM SÃO LUÍS DO MARANHÃO

CIDADE DE ALCÂNTARA EM SÃO LUÍS DO MARANHÃO

Alcântara, a cidade que parou no tempo.

Quando estive em São Luís do Maranhão aproveitei para ir de barco até Alcântara, a cidade que parou no tempo. 

A charmosa cidade fica na região metropolitana de São Luís do Maranhão e foi uma indicação do dono do hostel onde fiquei hospedado depois desse perrengue que passei, leia aqui. 

casa em alcantara

Quem sou eu?

Sou Rodrigo Schmiegelow, publicitário nômade digital, sempre tive o sonho de viajar e conhecer cada porção do mundo: lugares, culturas, pessoas e gastronomias…

Eu tenho essa paixão por novidades desde meus 15 anos, quando surgiu o desejo de viajar. Depois de mais de 18 anos com isso apenas na cabeça eu comecei a acreditar nesse sonho como algo que realmente poderia acontecer, foi quando eu reorganizei minha vida, juntei dinheiro, conquistei clientes que me oferecem flexibilidade e fui para essa aventura.

Hoje eu sou nômade digital, você sabe O que é ser nômade digital?

Trabalho com Marketing Digital, uma das áreas mais flexíveis seja para atender os seus próprios clientes ou para abrir negócios online, conheça mais no meu site caranaue.com onde tem muitas matérias sobre o assunto.

Graças a essa flexibilidade, realizei uma longa viagem pela América do Sul no último ano passando por mais de 140 cidades em 5 meses e vou contar um pouco desta jornada por aqui, acompanhe!

E siga o projeto O Mundo em Lanches no Instagram porque em breve continuo a viagem pelo Brasil! Além de me dar uma força para seguir nessa jornada 

Como chegar na cidade de Alcântara

A cidade fica do outro lado da Baía de São Marcos então para chegar lá é preciso pegar um barco. 

Acordei cedo e fui até o Cais da Praia Grande, que fica em frente ao Centro Histórico de São Luís, para pegar o catamarã no percurso de 22km de águas que separa as duas cidades. 

O valor médio de cada trecho é de R$ 15,00 e a travessia leva mais ou menos 1 hora. 

São três saídas por dia sem horário fixo porque dependem da maré. 

Quando cheguei no cais para travessia um rapaz percebeu que eu estava um pouco perdido e veio oferecer seus serviços de guia em Alcântara. 

Eu fui o primeiro, de repente ele juntou mais umas 7 pessoas e fizemos uma turma bem legal para conhecer os principais pontos do vilarejo. 

igreja em alcantara

O que fazer na cidade de Alcântara

Como o título dessa publicação já diz: Alcântara, a cidade que parou no tempo, as principais atrações são bem históricas, além da arquitetura colonial portuguesa com ruas de paralelepipo também presentes em São Luís do Maranhão, Alcântara tem rica história de seu período de ouro no século 18 quando as lavouras de cana de açúcar e algodão eram o ponto forte da região. 

Com o guia nos acompanhando, ficou mais fácil entender um pouco da história, ele nos contou sobre a competição entre os barões para construir palácios para a visita de Dom Pedro II, que nunca se concretizou e, pelo que lembro, é um dos principais motivos para tantas ruínas.

Muitos dos pontos turísticos estão em ruínas, como a Matriz de São Matias, cartão-postal da cidadezinha. 

Como comentei, Alcântara teve seu auge no período ciclo da cana de açúcar e guarda importantes registros da época da escravidão

monumento de alcantara

O pelourinho de Alcântara é o único original da época do Brasil Colonial que ainda está instalado em uma praça. 

O monumento simbolizava o poder de Portugal e era ali em que os documentos enviados do Império eram lidos para a população.

Por ser marco de poder, também representa uma triste lembrança na história, era ali que os escravos eram punidos para servir de exemplo do que poderia acontecer por mau comportamento com outros escravos. 

Após a abolição da escravatura, a cidade entrou em decadência, mas foi tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional em 1948, o que a ajudou a se reerguer. 

pelourinho de alcantara

Leia também: Parque Nacional Lençóis Maranhenses

Mais coisas interessantes para fazer no vilarejo

Alcântara, a cidade que parou no tempo, abriga vários quilombos que fazem questão de manter as características do povo que ajudou a construir a sua história. 

Uma das maiores expressões dos afrodescendentes é o Tambor de Mina, religião de matriz africana, que nasceu no Maranhão e tem um repertório próprio de cantos, danças, instrumentos, adereços, comidas e rituais.

Como nosso passeio pelo centro histórico acabou com folga para a próxima embarcação que voltaria à São Luís, pedi para o Guia conseguir algum passeio extra para nós. 

Ele encontrou uma kombi que nos levou à um desses quilombos, onde pudemos conhecer um pouco da história, ver os artesanatos de barro e ouvir o maravilhoso ritmo dos tambores tocados por um grupo de mulheres.

cultura de alcantara

Acabei de relembrar

Alcântara é muito importante até nos dias de hoje, é na cidade que tem o Centro de Lançamento de foguetes da Força Aérea Brasileira, que faz testes para, algum dia, realizar o lançamento de foguetes no espaço.

Voltando no tempo

Antes da invasão europeia, a região do município era habitada por índios tupinambás, numa aldeia chamada Tapuitapera. 

Foi invadida primeiramente por franceses no início do século XVII, que foram expulsos pelos portugueses. 

A povoação foi elevada a vila de Santo António de Alcântara em 1648, tendo sido sede da Capitania de Cumã. Durante o período colonial, foi um importante centro agrícola e comercial. 

Leia também: Centro Histórico de São Luís do Maranhão

Os dinossauros de Alcântara, a cidade que parou no tempo

Fica perto desta cidade a ilha do Cajual, um importante sítio arqueológico do Maranhão. 

A presença de fósseis de espécies que também viveram na África comprovam que a África e a América do Sul já foram um só continente. 

Uma das mais recentes descobertas de fósseis de dinossauros na América aconteceu por lá, em 2012. 

O animal tem idade aproximada de 95 milhões de anos e pertence ao grupo dos noassaurídeos, dinossauros de esqueleto frágil considerados raros, de acordo com o pesquisador Rafael Lindoso, um dos principais responsáveis pela descoberta. 

As festas que acontecem no vilarejo Alcântara

Tem ricas manifestações culturais preservadas em Alcântara. Essas celebrações agitam os meses de maio e agosto, quando acontecem as festas do Divino e do Tambor-de-Crioula, embalando turistas e nativos por becos, ruas e vielas.

O que comer na cidade de Alcântara

Como não poderia deixar de ser no O Mundo em Lanches, encerro a matéria falando da principal iguaria da região: o doce de espécie. 

Um docinho simples feito com coco, farinha de trigo, açúcar torrado e cravo. Muito leve e saboroso. 

É oferecido nas casas dos moradores da região, normalmente através da janela mesmo. 

Comemos um por indicação do guia, a tímida cozinheira apareceu em sua janela com uma forma recém tirada do forno, uhnn vale muito experimentar. 

Você já foi para Alcântara, a cidade que parou no tempo? O que achou? Conte nos comentários!

Schmiegelow

Sou Rodrigo Schmiegelow, publicitário nascido em 86. Gosto de viajar e conhecer novos lugares e culturas desde os 11 anos. Passei pelo Canadá, África do Sul e Namíbia e agora estou em uma viagem de moto sozinho pela América - do Ushuaia ao Alaska - para conhecer lugares, pessoas e gastronomia regional simples para o meu projeto O Mundo em Lanches, onde vou transformar essas experiências em lanches deliciosos. E é só o começo, o plano é conhecer o mundo e trazer tudo para você! Acompanhe!
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Elizabeth
1 mês atrás

Adoro o doce de espécie! Já experimentei quando visitei Alcântara e fiquei muito feliz qdo encontre no seu blog.