You are currently viewing Fim da minha viagem de moto
FIM-DA-MINHA-VIAGEM-DE-MOTO

Fim da minha viagem de moto

Fim da primeira série de publicações sobre a minha viagem de moto.

Devido a pandemia, tive que ter um intervalo na minha viagem.

A moto oferece muita flexibilidade, dando maior liberdade e um menor custo para viajar, o que proporcionou 5 meses na estrada, passando por mais de 140 cidades.

Quem sou eu?

Sou Rodrigo Schmiegelow, publicitário nômade digital, sempre tive o sonho de viajar e conhecer cada porção do mundo: lugares, culturas, pessoas e gastronomias…

Eu tenho essa paixão por novidades desde meus 15 anos, quando surgiu o desejo de viajar. Depois de mais de 18 anos com isso apenas na cabeça eu comecei a acreditar nesse sonho como algo que realmente poderia acontecer, foi quando eu reorganizei minha vida, juntei dinheiro, conquistei clientes que me oferecem flexibilidade e fui para essa aventura.

Hoje eu sou nômade digital, você sabe O que é ser nômade digital?

Trabalho com Marketing Digital, uma das áreas mais flexíveis seja para atender os seus próprios clientes ou para abrir negócios online, conheça mais no meu site caranaue.com onde tem muitas matérias sobre o assunto.

Graças a essa flexibilidade, realizei uma longa viagem pela América do Sul no último ano passando por mais de 140 cidades em 5 meses e vou contar um pouco desta jornada por aqui, acompanhe!

A escolha da moto

Minhas condições financeiras e a ideia de ter um pouco de conforto me proporcionaram a aquisição da Kawasaki Versys X300, o que me ajudou a conhecer essa quantidade de cidades citada acima.

nômade digital, viagem de moto

Maiores motivações em viajar

Conhecer as culturas e desenvolver meu projeto O Mundo em Lanches, então eu não tinha nem como falar das minhas experiências gastronômicas.

Além de conhecer pessoas, com destaque a algumas pessoas que foram fundamentais para eu ter tido uma viagem excelente.

Conheça sobre o meu projeto clicando AQUI

As estradas que passei durante minha viagem de moto

Estradas do deserto do Atacama no Chile
Estradas do deserto do Atacama no Chile

Com estilo de estradas diferentes, passando por ótimas rodovias pavimentadas, outras um pouco mais esburacadas, estradas de chão, de rípio e os areiões por onde passei. 

Inscreva-se, acompanhe as novidades e em breve meu livro 🙂

* indicates required

Planejamento para minha viagem de moto

Mesmo não gostando de certinho, acabei precisando de um planejamento.

Então neste momento me despeço dessa coluna mas quem sabe não volto a escrever no resgate da moto que ainda está no Chile e na sequência da viagem, ainda tenho muito chão, areião, asfalto e rípio para percorrer. 

Leia também: Por que não planejar viagem

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments