Memórias de viagem: você coleciona as suas?

memorias-de-viagem

Por que colecionar memórias de viagem?

Primeiramente, acreditamos que você já tenha visto por aqui que o Rodrigo esteve em vários países da América do Sul, já foi para Toronto e também para uma série de destinos no Brasil. Por onde passou, o viajante não deixa de registrar suas memórias de viagem em um diário, além de fazer muitas e muitas fotos desses grandes momentos. 

“Depois de cada destino, compilo as experiências locais e gastronômicas que vivi para compartilhar com os seguidores do Mundo em Lanches. Tenho também captado alguns vídeos desses momentos, mas isso ainda não acontece na frequência como gostaria”, comenta o viajante. 

Memórias de Viagens

Os benefícios de revisitar memórias

Rodrigo contou para nós que ele gosta muito de relembrar essas experiências, já que, mesmo com os perrengues vividos – que também somam bastante em sua trajetória -, esses registros trazem ótimas emoções. “Também gosto bastante de contar essas histórias para meus amigos, familiares e seguidores do blog, pois é muito gratificante quando posso tirar dúvidas dessas pessoas por meio das informações que compartilhei e inspirá-las para seus próximos destinos”, enfatiza. 

O nômade digital admitiu que ele é muito crítico na forma como registra suas memórias de viagem. “Eu gosto muito quando histórias como essas são contadas pessoalmente ou em livros muito bem redigidos, ricos em detalhes sobre as experiências. A obra do Amyr Klink ‘Cem dias entre o céu e o mar’ é referência para mim, pois ele sabe muito bem como resgatar a sua história e como manter seus leitores interessados. Quando o bate-papo acontece pessoalmente, eu gosto muito da troca de experiências, de ouvir para onde as pessoas foram e como foi sua vivência. Além de conhecer os planos delas para o futuro, pois quem sabe podem entrar para a minha lista de destinos”, brinca Rodrigo.

 

Portanto, vale anotar a dica:

– Em todas as suas viagens, use um tempo para registrar suas memórias

– Compartilhe-as com outros apaixonados por viagens

– E se quiser mandar essas histórias para nós, será um prazer compartilhá-las com nossos leitores!

Está pronto para começar a colecionar suas memórias de viagens? Se quiser dicas de como iniciar essa importante jornada, comente aqui neste post!

Ah… em breve o Rodrigo trará novidades sobre sua jornada que durou cinco meses viajando de moto sozinho pelas estradas da América do Sul. Continue acompanhando o nosso blog para ficar por dentro dessa experiência. 

Assina nossa Newsletter para nos vermos no próximo post!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments