O que comer em Arraial d’Ajuda

o-que-comer-em-arraial-dajuda

No final de maio de 2022, estive, pela primeira vez, não só na Bahia, como no nordeste brasileiro. Lá em Arraial d’Ajuda tem muita coisa diferente para comer.

Eu sou Matheus Fraga, irmão do Rodrigo Schmiegelow, e esses são alguns dos alimentos que eu comi em Arraial d’Ajuda.

Pude experimentar muitas coisas que não são tão comuns em São Paulo.

Quem é meu irmão?

Publicitário especializado em Marketing Digital e atualmente Nômade Digital com a empresa caranaue, isso é, tem liberdade geográfica e trabalha de qualquer lugar do mundo.

Inclusive é por isso que pode ter experiências incríveis como essa.

Iniciou uma viagem pelo mundo para conhecer lugares, culturas, pessoas e culinárias regionais e vai trazer grandes surpresas a partir dessas experiências.

Siga o blog do Projeto O Mundo em Lanches pelo Instagram e acompanhe todas as novidades.

O que eu comer quando for para Arraial d’Ajuda

Antes de ir para as comidas, falo de duas bebidas que me chamaram muito a atenção e que nunca tinha visto antes.

Capeta

Capeta, na verdade, é uma bebida alcoólica típica de Porto Seguro.

Ela é feita de vodka, guaraná em pó, leite condensado e leite de coco.

Achei a bebida muito boa, meio diferente do que estou acostumado. Tomei ela na Barraca da Jaque, super indico a barraca dela.

Nota: 8/10, achei bem gostoso mesmo.

Bate cacau – O que comer em Arraial d’Ajuda

Outra bebida alcoólica que experimentei em Arraial d’Ajuda. Ela é uma bebida feita de cacau e servida na casca do próprio cacau.

bate-cacau
bate cacau

Ela também é feita de vodka e leite condensado, porém vai cacau e morango.

A bebida era muito gostosa, custou 20 reais, deve vir uns 500 a 700 mililitros, o que é bastante, e também tomei na Barraca da Jaque.

Nota: 8/10 também!

Agora voltamos as comidas

O que comer em Arraial d’ Ajuda

Cuscuz

Cuscuz é uma comida bem popular no nordeste brasileiro e a primeira vez que comi foi em Arraial d’Ajuda.

Comia de café da manhã, era servido todo dia na pousada que estávamos.

Não gostei muito, achei um pouco sem gosto, esperava mais por ser tão popular.

Nota: 5,5/10, claro que as notas são de acordo com minha opinião, cada um tem um paladar, além disso comi pura e na pousada, não era um lugar especializado

Acarajé – O que comer em Arraial d’Ajuda

Esse é um dos pratos que eu estava mais ansioso para comer em Arraial d’Ajuda.

A primeira vez que comi acarajé foi nessa viagem e minha primeira experiência foi ótima, eu curti muito.

acaraje
acarajé

Porém, a segunda vez que eu comi foi em um lugar diferente e não me fez bem, passei muito mal no dia seguinte.

Nota: 5/10, talvez se eu não tivesse passado tão mal eu teria dado uns 7,5/10  realmente me traumatizou.

Hot Dog gourmet

Esse já não é típico de lá, mas eu acabei provando, em uma barraquinha na Rua Mucugê (famosa pelos bares e restaurantes) em Arraial d’Ajuda.

hot-dog-gourmet
hot dog gourmet

A proposta é muito interessante, você que monta seu lanche, escolhe a salsicha, o pão, o recheio, e não é recheio convencional como catchup e mostarda, é crispy de cebola, bem gourmet.

O lanche tinha 30 centímetros e era bem gostoso, valeu a experiência e saciou bem.

Nota: 7,5/10 

Pastel

Lá em Arraial d’Ajuda comi o melhor pastel da minha vida, no Empório do Pastel, localizado na Rua Mucugê, 69.

Tinha várias opções de pasteis, alguns sabores bem diferentes, como de arraia. Além disso, a massa era bem sequinha e saborosa, e ainda era bem saboroso.

Nota: 10/10

Lanche de costela – O que comer em Arraial d’Ajuda

Outra comida que não é típica de lá.

Esse lanche eu comi no Brutus, um restaurante que deve ter uns 2 ou 3 espalhados só pelo centro da cidade.

lanche-de-costela
lanche de costela

O lanche era bem grande, e o de costela era o carro chefe da casa.

Estava bem gostoso, eu gosto muito desse tipo de lanche, bem recheado, com bastante molho, estava uma delícia.

Nota: 8,5/10

Peixe com molho de camarão

Esse prato me chamou bastante atenção por ser um peixe com molho de camarão, arroz e feijão tropeiro.

peixe-com-molho-de-camarao
peixe com molho de camarão

Nós comemos no restaurante Traço, e estava gostoso. O ambiente era bem aconchegante e tranquilo.

Nota: 7,5/10

Por quilo – O que comer em Arraial d’Ajuda

Esse por quilo eu comi no restaurante Portinha, sendo considerado o melhor por quilo da Bahia. 

Tem bastante variedade, com opções vegetarianas e todas as comidas são muito gostosas, tem opção de doces e o preço não é alto. Dá para comer bem e não gastar muito.

nota: 8/10

Peixe assado

Esse peixe assado nós comemos na praia, em um quiosque de frente para o mar, entretanto a experiência não foi boa. Demorou mais de duas horas para sermos servidos e o peixe estava mal assado, não estava nada gostoso.

Nota: 3/10

Doces com pó e semente de cacau

Como dois doces que tinham pó ou semente de cacau, e esse realmente foi uma surpresa.

Nunca tinha escutado falar sobre doce com pó ou semente de cacau e a experiência me surpreendeu muito.

Comi uma palha italiana na praia com pó de cacau que era uma delícia, estava muito gostoso mesmo.

O outro doce que eu comi, era um brigadeiro com semente de cacau, experimentei na escuna, indo para Recife de Fora. Estava muito gostoso também, porém achei um pouco mais aerado.

O sabor não fugia muito do chocolate, porém achei um pouco mais amargo, mas muito gostoso.

Nota: 9/10, estava realmente bem gostoso e a experiência me surpreendeu.

>> O que fazer em Arraial d’Ajuda

E aí? O que você já comeu de diferente quando viajou? Como foi sua experiência? Diz pra gente aí nos comentários!

Acompanhe todas as publicações deixando seu nome e email

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments