You are currently viewing São Luís do Maranhão: o que fazer 13 dicas imperdíveis
SÃO LUÍS DO MARANHÃO: O QUE FAZER 13 DICAS IMPERDÍVEIS

São Luís do Maranhão: o que fazer 13 dicas imperdíveis

O que fazer em São Luís do Maranhão? Confira essas 13 dicas imperdíveis do que fazer em uma passagem rápida pela cidade, mais três cidades inesquecíveis da região metropolitana.  

O que você encontra nesta matéria:

Introdução

Com tantas opções, às vezes fica difícil escolher os pontos que vamos conhecer em uma passagem rápida por qualquer cidade. 

Para ajudar a entender os pontos turísticos e experiências que São Luís do Maranhão oferece, listei algumas das melhores opções da cidade, na minha opinião, é claro.

Estive em São Luís em um recesso de final de ano quando consegui menos de uma semana para esquecer um pouco do dia a dia corrido do trabalho. 

A escolha da capital maranhense veio de uma decisão rápida, era um lugar que sempre quis conhecer e tive pouco tempo para ver as opções, já que o recesso de final de ano foi definido duas semanas antes dos feriados de Natal e Ano Novo.

A decisão e a experiência foram incríveis e tenho certeza que também vai amar a cidade histórica.    

Quem sou eu

Antes de continuar deixei eu me apresentar. 

Rodrigo Schmiegelow, publicitário especializado em Marketing Digital, hoje vivo como Nômade Digital (o que é isso), isso é, tenho liberdade geográfica e trabalho de qualquer lugar do mundo.

Iniciei uma viagem pelo mundo para conhecer lugares, culturas e culinárias regionais e vou trazer grandes surpresas a partir dessas experiências.

Siga o blog do Projeto O Mundo em Lanches pelo Instagram e acompanhe todas as novidades.

Um pouco da história de São Luís do Maranhão

A única cidade brasileira fundada por franceses, isso foi em 8 de setembro de 1612. Depois foi invadida por holandeses antes de ser colonizada por portugueses. 

Sua rica história já começa neste mix de culturas dos invasores das terras brasileiras.

Junto com isso tínhamos a aldeia de Upaon-Açu, onde os índios tupinambás viviam da agricultura de subsistência e das ofertas da natureza, caçando, pescando e coletando frutas. 

Em 1682 houve a expansão econômica com a criação da Companhia do Comércio do Maranhão. As plantações de cana-de-açúcar, cacau e tabaco começaram a ser voltadas para exportação, tornando viável a compra de escravos africanos. 

Para saber mais sobre a história da região, leia o Wikipedia

Atualmente, grande parte da influência arquitetônica vem dos portugueses como vamos falar nos próximos tópicos. 

O que fazer em São Luís do Maranhão?

1. Centro Histórico 

Com cerca de 3.000 imóveis tombados pelo patrimônio estadual, São Luís do Maranhão é uma das capitais do Brasil com a maior preservação neste sentido. 

São Luís do Maranhão
São Luís do Maranhão

A influência portuguesa fica nítida, com grande destaque para os azulejos e as plantas em “L” ou “U”.

Dentre tudo o que vi na cidade, o Centro Histórico é o grande destaque, parecendo até que viajei no tempo em algumas ruas de paralelepípedo e construções preservadas. 

Escrevi uma matéria apenas sobre o Centro Histórico do Maranhão, leia aqui. 

2. Ponta do Espigão da Ponta d’Areia em São Luís do Maranhão

Uma estrutura costeira que tem como objetivo principal proteger a costa das ações das ondas do mar. 

Com estrutura de madeira, encosta de rochas e uma bela cobertura na parte mais distante da areia, se torna um ponto turístico com uma bela visão do mar, da praia com prédios altos do lado direito de quem olha, e o centro histórico, distante, do lado esquerdo. 

Tem um belo pôr do sol que não tive a oportunidade de ver mas que vale muito a pena. 

3. Mercado Casa das Tulhas

Eu adoro mercados centrais, é uma ótima oportunidade para ver o movimento da cidade e conhecer ingredientes e quitutes regionais. 

Por lá é a mesma coisa, o mercado do centro histórico é a Casa das Tulhas e ocupa um quarteirão inteiro com lojas internas e externas, fazendo praticamente o contorno todo do local com portas abertas para rua. 

Por conta dessas lojas externas, demorei para encontrar uma das estreitas entradas presentes nas quatro ruas que fazem seu contorno: Rua da Estrela, Portugal, da Feira e Djalma Dutra. 

A mistura de mercado regional com ponto turístico é visível: entre os quiosques de carne, peixes e minimercados, vai encontrar lojas de artesanatos e lembrancinha, além, é claro, a Tiquira, cachaça maranhense produzida da mandioca e de coloração roxa, forte, bem forte.  

4. Av Litorânea

Como o nome já diz, é uma das principais e mais extensas avenidas que beiram o oceano.

Passa pela Praia do Olho D’Água, Praia do Caolho até a Praia Litorânea. 

Em sua extensão tem muitos bares e restaurantes. 

E minha experiência explorei um pouco mais o trecho da Praia do Caolho, onde almocei em um dos restaurantes durante o dia, bebi algo em um quiosque a noite e curti um Reggae Agarradinho em uma casa noturna, próximo tópico. 

Experiência imperdível em São Luís do Maranhão

5. Reggae Agarradinho 

Eu gosto muito de culturas regionais e é minha maior motivação em viajar, então antes mesmo de sair de casa já tinha ouvido falar do Reggae Agarradinho do Maranhão. 

Diferente de tudo o que eu já tinha visto sobre este ritmo musical, o Reggae do Maranhão.

A diferença está em sua semelhança com o Reggae jamaicano misturado com a nossa brasilidade. 

Escrevi uma matéria apenas sobre essa experiencia: o Reggae Agarradinho, vale a leitura. 

O que fazer em São Luís do Maranhão – Museus

6. Palácio dos Leões

 Com belas obras de artes e preservando alguns cômodos com mobiliário de séculos atrás, o Palácio dos Leões surpreende por sua imponência.

Palácio dos Leões
Palácio dos Leões

Sua história começa no século XVII e ainda hoje é sede do Governo do Estado do Maranhão.  

Sua localização privilegiada no alto do promontório onde nasceu a capital maranhense, sua arquitetura e bens artísticos, além de sua história, fazem do Palácio dos Leões uma paraa obrigatória para todos os que visitam a cidade. 

7. Casa do Maranhão – Casa do Bumba Meu Boi

Com um grande acervo mostrando a história da Região, a Casa do Maranhão me surpreendeu por expor a cultura regional, em especial por mostrar um pouco do que é a festa bumba-meu-boi, a principal festa regional do Maranhão, que tem como tema o folclore popular brasileiro. 

Casa do Maranhão
Casa do Maranhão

O bumba-meu-boi é uma festa folclórica que gira em torno da lenda sobre a morte e ressurreição de um boi. 

Acontece entre os meses de junho e julho em São Luís desde o século XVIII. 

Tornou-se Patrimônio Cultural do Brasil em 2012 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN)

8. Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia do Maranhão

O estado do Maranhão é rico em Arqueologia e Paleontologia, isso fica claro neste pequeno museu em meio ao centro histórico da cidade.

Vale se surpreender com as descobertas arqueológicas feitas na região e entender como esses estudos continuam fortes nos dias de hoje. 

Bar

9. Big Joe Tabacaria Bar – Lagoa da Jansen 

E para sair um pouco do centro histórico e conhecer outros pontos da cidade, fui ao Big Joe Tabacaria Bar no Lagoa da Jansen com mais três novos amigos que fiz no hostel. 

Por que ficar em hostel: Leia a matéria. 

Um bar bem aconchegante com opções de mesas na calçada, muito legal para curtir o lago enquanto toma alguma coisa e come uns petiscos. 

Restaurantes

10. Senac – São Luís do Maranhão

Umas das imersões culturais que mais gosto é conhecer a culinária regional. 

O Maranhão é muito rico neste sentido e como tinha pouco tempo na cidade e não tinha muita verba, resolvi ir ao Senac, que tem escola de gastronomia e hotelaria, então junta o melhor da gastronomia com bom atendimento. 

O Senac é uma boa opção do que fazer em São Luís já que oferecem um buffet self service, isso é com a vontade, com muitas opções regionais. 

O que se destacou foi o delicioso arroz de cuxá, muito saboroso e bem feito, e o porco imperial, que é um corte suína cozido por horas e molhado em um molho de maracaju, estava incrível.    

11. Cafofinho da Tia Dica

Este foi o restaurante que gostaria muito de ter ido mas acabei não conseguindo. 

Por que queria ter ido? 

Além de ser muito bem avaliado em todas as redes sociais na internet, várias pessoas me indicaram esse restaurante que oferece como carro chefe da casa o Arroz de Mar – eu só vi fotos, mas é um arroz cremoso em um estilo risoto com frutos do mar como camarão. Se provou, me conta nos comentários, por favor! 

12. Armazém do Chef – São Luís do Maranhão

Outro lugar que fiquei aguado para conhecer foi o Armazém do Chef, no bairro calhau. 

Também muito bem avaliado, traz diversos pratos típicos da culinária Maranhense. 

Café

13. Casa Real Empório

Como sou fascinado por café, resolvi conhecer a Casa Real Empório que fica no centro histórico de São Luís do Maranhão, pertinho do Palácio dos Leões. 

Em um casarão colonial do século XIX, o local preserva a arquitetura externa e a decoração interna, lembrando essa época. 

Tomei meu café expresso bem forte com uma tapioca de queijo bem suave e muita fresca. 

No dia em que fui, estavam sem sinal na maquininha de cartão, tentei sacar dinheiro em um caixa eletrônico nas proximidades sem sucesso, então os avisei que ia bater perna lá para o centro, voltei no final do dia para pagar o que consumi.  

Valeu a visita e tem ótimo atendimento. 

O que fazer na região metropolitana – São Luís do Maranhão

14. Alcântara 

Alcântara, a cidade que parou no tempo, foi uma grande surpresa. 

casa em alcantara

Saindo do Cais da Praia Grande, os barcos que fazem três saídas por dia levam em média 1 hora para fazer a travessia, os horários dependem da maré. 

A cidade histórica é charmosa com suas subidas de paralelepípedo e muito interessante pelas ruínas cheias de histórias do período colonial. 

Vale a leitura da matéria que escrevi sobre essa experiência: Cidade de Alcântara.  

15. São José do Ribamar

são José de Ribamar estátua

Como voltei rápido dos Lençóis Maranhenses, procurei outros passeios para fazer na região. 

Então fechei um tour de um dia passando por São José do Ribamar, uma cidade católica com um santuário e uma dos maiores monumentos do Cristo Redentor do Brasil. 

16. Raposa

passeio de barco na Raposa igreja

Neste mesmo passeio conheci a Raposa, uma cidade da região metropolitana de São Luís do Maranhão, onde fiz um passeio de barco e comi um delicioso peixe assado, se estiver pensando em fazer este passeio, leia essa matéria. 

O que fazer no Maranhão a partir de São Luís

17. Atins

Atins
Atins

Atins, vilarejo de pescadores com pouca infraestrutura, ruas de areia e uma das portas de entrada para os Lençóis Maranhenses. 

É a opção que recomendo para quem for conhecer o próximo, e último, tópico. 

18. Lençóis Maranhenses

Não tenho nem palavras para descrever uma das melhores experiências naturais que já vivi. 

caminho até o sol lençóis maranhenses
caminho até o sol lençóis maranhenses

Mesmo tendo ido no período de seca, que vai de outubro a fevereiro, me encantei com as dunas no Parque Nacional Lençóis Maranhenses e sua imensidão. 

Aproveitei este momento sozinho no por do sol magnífico em cima de uma pequena montanha de areia próxima a um dos poucos lagos presentes na região no verão. 

Também escrevi uma matéria apenas sobre essa região: Parque Nacional Lençóis Maranhenses. 

Faça seu roteiro e aproveite muito tudo o que São Luís do Maranhão oferece!

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments